27/05/2018 13h53

Bitcoin Gold sofre ataque de hacker e perda de R$ 65 mi

As vítimas do ataque foram as chamadas “exchanges”, serviços que trocam uma criptomoeda por outras criptomoedas ou por moedas fiduciárias

G1

A criptomoeda Bitcoin Gold, uma “vertente” baseada no Bitcoin original, sofreu um chamado ataque de “51%”, em que uma única pessoa ou grupo adquire controle de mais de 51% do poder de processamento (ou “hash power”) da rede e usa essa capacidade para gastar várias vezes as mesmas moedas. Não é possível determinar com exatidão o prejuízo causado pelo ataque, mas uma carteira virtual usada pelos criminosos detinha um saldo de US$ 18 milhões (cerca de R$ 65 milhões).

As vítimas do ataque foram as chamadas “exchanges”, serviços que trocam uma criptomoeda por outras criptomoedas ou por moedas fiduciárias, como o real e o dólar. Os ataques ocorreram entre os dias 16 e 19 de maio e as medidas de defesa exigiram aumentar o tempo de confirmação das transferências.

Os golpistas fizeram depósitos de criptomoedas do Bitcoin Gold (BTG) em exchanges para, em seguida, invalidar os blocos que registraram essas transferências, podendo gastar as mesmas moedas de novo. Em operação normal, transferências de criptomoedas são irreversíveis.

Como não havia forma de impedir o ataque, as exchanges passaram a aumentar o tempo de confirmação para as transações. O tempo chegou a exceder três horas. Essa medida tornou o ataque muito caro, o que reduziu o interesse dos golpistas em continuar a fraude.

O Bitcoin Gold é um clone do Bitcoin que usa um processo de mineração diferente para reduzir a efetividade dos chamados ASIC, computadores criados especialmente para minerar Bitcoin. O Bitcoin Gold pode ser minerado com placas de vídeo, o que torna a moeda mais “democrática”.

O Bitcoin Gold já chegou a valer mais de US$ 400, mas seu valor atual é de aproximadamente US$ 40. Em valor total total de mercado, ela ainda é uma das 30 maiores criptomoedas do mundo: R$ 2,8 bilhões.

TAGS:

Deixe o seu comentário