17/10/2019 16h29

Governo injeta R$ 4 milhões em pesquisa e inovação com o lançamento de novo programa e cinco editais

Os recursos também serão aplicados em bolsas e capacitações para incentivar empreendedores a transformarem suas ideias em negócios de sucesso

Programa Nacional de Apoio à Geração de Empreendimentos Inovadores – Programa Centelha vai destinar R$ 1,6 milhão à subvenção econômica de novas empresas de inovação

A inovação, a pesquisa e o empreendedorismo alagoanos receberam o investimento maciço de R$ 4 milhões do Governo do Estado, na quinta-feira,17, com o lançamento do Programa Centelha e mais cinco editais de apoio à pesquisa. Com o auditório Aqualtune lotado de membros da comunidade científica, empreendedores e estudantes, o governador Renan Filho também destinou R$ 120 mil para a compra de equipamentos para os laboratórios da Uncisal (Universidade Estadual de Ciências da Saúde).

O Programa Nacional de Apoio à Geração de Empreendimentos Inovadores – Programa Centelha vai destinar R$ 1,6 milhão à subvenção econômica de novas empresas de inovação. Os recursos também serão aplicados em bolsas e capacitações para incentivar empreendedores a transformarem suas ideias em negócios de sucesso.

“É fundamental que a gente lote um auditório como esse para tratar de ciência, pesquisa e inovação, porque esse é o ambiente capaz de fazer o país avançar mais rápido, como o mundo avança mais rápido em algumas vertentes justamente porque inova, tem tradição de pesquisa e investe mais”, declarou o governador Renan Filho, destacando que o Programa Centelha vai fazer a ponte entre as ideias inovadoras dos jovens e um corpo técnico, possibilitando que elas saiam do papel e virem soluções inovadoras.

As ações de fomento, que são coordenadas pela Secti (Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação) e pela Fapeal (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas), contam com 45% dos recursos do Tesouro Estadual e parcerias com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação.

Outros R$ 3,8 milhões foram distribuídos entre cinco editais para diferentes áreas: o de Projetos de Economia Criativa disponibiliza R$ 500 mil, numa parceria entre o Sebrae Alagoas e a Fapeal; o de pesquisas para o Canal do Sertão, R$ 400 mil; e o Programa Primeiros Projetos (PPP), voltado para recém-doutores, oferece R$ 400 mil. A organização de eventos científicos em Alagoas é pauta de edital de R$ 600 mil e outros R$ 300 mil são destinados à participação de cientistas locais em eventos científicos nacionais e internacionais.

“A mudança de verdade é pelas portas da educação, da ciência, da tecnologia e da inovação. Por isso precisamos fazer essa comunidade vibrar cada vez mais”, afirmou o governador. No evento também foram concedidas 80 bolsas para projetos de inovação dos alunos das escolas do Sesi/Senai, além  de incentivo aos 30 professores orientadores, num investimento total de R$ 136 mil, dividido entre recursos do Sebrae e do Governo de Alagoas, através da Fapeal.

“Esse é o nosso principal objetivo, fomentar um ambiente que promova a interação entre a pesquisa, inovação e tecnologia, criando empregos e gerando negócios”, declarou a secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Cecília Rocha.

O diretor-presidente da Fapeal, professor Fábio Guedes, afirmou que os resultados consistentes da Fundação traduzem a competência dos pesquisadores em Alagoas e os esforços de articulação do Governo Estadual em favor da CT&I. “Outra prova deste esforço é a inauguração, ainda hoje, do Laboratório de Inovação Farmacológica da Universidade Federal de Alagoas, num investimento de R$ 2,5 milhões do Ministério da Saúde que só foi possível pela articulação entre os pesquisadores, a Ufal e o Estado”, disse.

 

Conheça os editais:

Economia criativa

Investimento: R$ 500 mil

Foco: Economia Criativa

Público: Empreendedores que querem fazer negócios com turismo, gastronomia, moda, games, audiovisual e áreas afins

Resultado: Um ecossistema vibrante de negócios criativos em Alagoas

Parceiros: Sebrae e Fapeal

Canal do Sertão

Investimento: R$ 400 mil

Foco: Desenvolvimento Tecnológico

Público: Cientistas atuando em pesquisa aplicada

Resultado: Soluções para o Semiárido alagoano/nordestino

Parceiros: CNPq e Fapeal

Auxílio à organização de eventos científicos em Alagoas – AORC

Investimento: R$ 600 mil

Foco: Intercâmbio científico, networking, fortalecimento das instituições e dos programas de pós-graduação locais, formação de recursos humanos e turismo de eventos

Público: Pesquisadores das IES (Instituições de Ensino Superior) sediadas em Alagoas

Resultado: Eventos científicos

Recursos exclusivamente do Governo de Alagoas, através da Fapeal

Auxílio à participação em eventos acadêmicos e técnicos – ARC

Investimento: R$ 300 mil

Foco: Intercâmbio científico, networking, fortalecimento dos programas de pós-graduação locais, formação de recursos humanos

Público: Pesquisadores com trabalhos aprovados em eventos regionais, nacionais e internacionais

Resultado: Viagens de pesquisadores alagoanos dentro dos objetivos descritos

Recursos exclusivamente do Governo de Alagoas, através da Fapeal

 

Programa Primeiros Projetos – PPP

Investimento: R$ 400 mil

Foco: Dar o primeiro impulso às carreiras científicas em Alagoas, focando em pesquisadores que ainda não podem competir por recursos federais com colegas mais estabelecidos; diminuir assimetrias regionais (capital x campi interiorizados) e institucionais (fortalecer, especialmente, a Uncisal e Uneal); fortalecimento institucional; formação de recursos humanos; fortalecimento de PPGs alagoanos

Público: Recém-doutores

Resultado: Novos projetos científicos em Alagoas, que poderiam nem existir se dependessem apenas de recursos federais, enquadrados nos objetivos expostos no foco.

Recursos exclusivamente do Governo de Alagoas, através da Fapeal.

Deixe o seu comentário